Utilidade pública

GOLPE DE SEQUESTRO DO NÚMERO DE WHATSAPP


Anúncio criado em: 29/01/2020

GOLPE DE SEQUESTRO DO NÚMERO DE WHATSAPP

Golpe do WhatsApp 'sequestra' número; entenda
Vítima é levada a repetir código via SMS a bandidos, que passam a controlar número e pedir dinheiro a contatos da pessoa
Por Gilberto Smaniotto, Jornal da Band
Segunda, 27 janeiro 2020, às 07:53
Metro Jornal

Têm crescido nas últimas semanas os relatos de pessoas que vão às redes sociais contar que foram vítimas de um golpe que “sequestrou” seu WhatsApp e os criminosos estão pedindo dinheiro a seus contatos em seu nome.

As abordagens para ter acesso ao número da vítima são as mais variadas. Ligam fazendo convites para festas, oferecendo reservas em restaurantes, avisando de uma promoção imperdível.

Para obter a oferta, os golpistas pedem que a vítima repita um código numérico recebido por SMS. Só que esse código é usado para validar a instalação do WhatsApp da pessoa.

Com o corretor Celso Cirino Cachali Santos, o golpe veio disfarçado de boa ação. Ele estava vendendo um carro na internet e o estelionatário telefonou se passando por funcionário do site, avisando que o anúncio estava duplicado e que, para não ser cobrado duas vezes, ele deveria passar o código numérico que veio por mensagem. Cachali seguiu as instruções e os golpistas ficaram com todos os dados de seu WhatsApp.

Então, os criminosos se passaram pelo corretor e começaram a enviar mensagens para os amigos dele, pedindo dinheiro emprestado. Alguns acreditaram e depositaram até R$ 3 mil na conta dos golpistas, outros desconfiaram. “Teve gente que pediu para falar por voz, mas esses o bandido deletava”, afirmou.
Como evitar

A principal medida para evitar se tornar vítima desse tipo de estelionato é ativar a verificação em duas etapas do WhatsApp (veja no quadro como fazer). Além disso, a pessoa deve desconfiar de ofertas que pareçam “boas demais para ser verdade”. E nunca compartilhar códigos recebidos por SMS.

Se você receber mensagens de conhecidos pedindo dinheiro emprestado, peça confirmações de que a pessoa com quem você esta falando realmente é quem diz ser. Telefone ou peça mensagens de áudio.

Caso se torne vítima desse golpe, reúna todos os documentos e comprovantes e procure a polícia.

Avaliações

Excelente:
Bom:
Regular:
Ruim:

Avalie esse texto

Este anúncio foi visto 32 vezes este mês